• Alencar, o combatente das letras – capa
    • A História foi assim: o romance político brasileiro nos anos 70/80
    • Estudos-reundiso-de-literatura-brasileira
    • Poesia brasileira e estilos de época
    • O índio antes do indianismo

Livros

32• Prefácio. In: ARRUDA, Helena. Mulheres na ficção brasileira: aproximações e distanciamentos. Rio de Janeiro: Batel, 2016, pp. 17-21.
31• Poemenos. Rio de Janeiro: Batel, 2016.

30• A ferro e fogo, de Josué Guimarães: a saga dos primeiros colonos alemães no Rio Grande do Sul e seu alheamento da ambiência sóciocultural brasileira. In: Falando com estranhos: o estrangeiro e a literatura brasileira. Rio de Janeiro: 7Letras, 2016, pp. 159-175. 

29• Dinah Silveira de Queiroz. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras; São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2014. Volume 83 da coleção Série Essencial.

28• Alencar, o combatente das letras. Rio de Janeiro: 7Letras, 2014.

27• Prefácio. In: MACEDO, Joaquim Manuel de. Um passeio pela cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Fundação Darcy Ribeiro, 2013, pp. xiii-xviii.  (Coleção Biblioteca Básica Brasileira; 12).

26• Prefácio. In: ARARIPE JÚNIOR. Gregório de Matos. Rio de Janeiro: Fundação Darcy Ribeiro, 2013, pp. xiii-xviii.  (Coleção Biblioteca Básica Brasileira; 49)

25• Prefácio. In: STADEN, Hans. Viagem ao Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Darcy Ribeiro, 2013, pp. xxii-xxiii.  (Coleção Biblioteca Básica Brasileira; 9)
24• Prefácio. In: NABUCO, Joaquim. Minha formação. Rio de Janeiro: Fundação Darcy Ribeiro, 2013, pp. xiii-xviii.  (Coleção Biblioteca Básica Brasileira; 12)
23• Poesia brasileira e estilos de época. 3. ed. Rio de Janeiro: 7Letras, 2013.

22• Murilo Rubião e a questão da causalidade. In: GARCIA, Flávio & BATALHA, Maria Cristina. Org. Murilo Rubião 20 anos depois de sua morte.  Rio de Janeiro: EdUERJ, 2013, pp. 67-82.

21•  Estudos reunidos de literatura brasileira. Rio de Janeiro: Caetés, 2012.

20•  O filho do pescador e a moreninha não se entendem: primórdios do romance brasileiro. In: Espaço e tempo na narrativa. CAMARANI, Ana Luiza Silva & MARCHEZAN, Luiz Gonzaga. Org. Araraquara: FCL-UNESP Laboratório Editorial; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012, pp. 11-29. 

19•  O índio antes do indianismo. Rio de Janeiro: 7Letras/FAPERJ, 2011.

18• Os Sertões, a História, a ficção. In: MONTECHIARI, Anélia. Org. Euclides da Cunha presente e plural (ensaios). Rio de Janeiro: EdUERJ, 2010, pp. 21-40.

17• Machado de Assis e a conspiração do talento: o “caso” Castro Alves. In: Machado de Assis: novas perspectivas sobre a obra e o autor, no  centenário de sua morte. Org. SECCHIN, Antonio Carlos; BASTOS, Dau e JOBIM, José Luís. Rio de Janeiro: De Letras; Niterói: Eduff, 2008, pp. 9-19.

16• O romance político brasileiro e os anos de chumbo. In: OLIVEIRA, Silva Pessoa de. Org. Estudos de literatura brasileira. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2008, pp. 163-179.

15• Introdução ao romance histórico. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2007.

14• Assombramento, de Afonso Arinos – um caso de gótico tropical. In: Narrativa e representação. Org. GOBBI, Márcia Valéria Zamboni; LEONEL, Maria Célia Leonel e TELAROLLI, Sylvia. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2007, pp. 91-106.

13• Poesia brasileira e estilos de época. 2. ed. revista e aumentada. Rio de Janeiro: 7Letras, 2004.

12• História e (quase) mito no Romanceiro da Inconfidência de Cecília Meireles. In: GENS, Rosa. Org. Cecília Meireles: o desenho de vida. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras-UFRJ, 2003, pp. 9-14.

11• Graciliano Ramos e a “coisa observada e sentida”. In: MARCHEZAN, Luiz Gonzaga & TELAROLLI, Sylvia. Org. Faces do narrador. Araraquara: UNESP, FCL, Laboratório Editorial; São Paulo: Cultura Acadêmica Editora, 2003, pp. 11-26

10• Dialogismo e alusividade na poesia de Drummond: um exemplo. In: CD-ROM O Mundo vasto mundo de Drummond. Faculdade de Letras – UFRJ, 2003

9• O narrador e o tempo no romance histórico, ontem e hoje. In: MARCHEZAN, Luiz Gonzaga e TELAROLLI, Sylvia. Cenas literárias: a narrativa em foco. Araraquara: UNESP, FCL, Laboratório Editorial: São Paulo: Cultura Acadêmica Editora, 2002. pp. 11-21.

8• A Prosopopéia e o Naufrágio: um herói, duas visões. In: SANTOS, Wellington de Almeida. Org. Outros e outras na literatura brasileira. Rio de Janeiro: Caetés, 2001, pp. 9-30.

7A História foi assim: o romance político brasileiro nos anos 70/80. Rio de Janeiro: Caetés, 2000.

6• Ali e outrora, aqui e agora: romance histórico e romance político, limites. In: LOBO, Luiza. Org. Fronteiras da literatura. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1999. pp. 151-157.

5• Poesia brasileira e estilos de época. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras-UFRJ, 1998.

4• O almoço do Conselheiro – História e ficção no mesmo carápio. In: SECCHIN, Antonio Carlos; ALMEIDA, José Maurício de & SOUZA, Ronaldes de Melo e. Org. Machado de Assis, uma revisão. Rio de Janeiro: In- Fólio, 1998.p p. 135-146.

 3A conspiração do talento: Castro Alves e as cartas de José de Alencar e Machado de Assis. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras-UFRJ, 1997.

2• Verbetes “Castro Alves”, “Condoreirismo” e “Prosopopéia”. In: Diccionario Enciclopedico de Las Letras de America Latina-DELAL. Caracas: Biblioteca Ayacucho/Monte Avila Editora Latinoamericana, 1995. Vol. 1 (pp. 171-126 e pp. 1165-1166) e Vol. III (pp. 3860-3861).

1• O aprendizado de Brasil na ficção política de Antonio Callado. In: MEIBY, José Carlos Sebe Bom & ARAGÃO, Maria Lúcia. Org. América: ficção e utopias. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura; São Paulo: EDUSP, 1994. pp. 487-500.

Um Comentário sobre “Livros”

quarta-feira, 2 de setembro de 2009 às 14:54

K2agaR ngnjdvluicga, [url=http://pytckqvnpxhe.com/]pytckqvnpxhe[/url], [link=http://zuubcxvtkqjs.com/]zuubcxvtkqjs[/link], http://slttpglfjycf.com/

Deixe seu comentário





Spam Protection by WP-SpamFree

(*)campos obrigatórios.